Gabriel Martins foi vencedor I Batukinha!, em 2003. Em 2009, ele se apresentou na abertura do X Batuka! Masters - Concurso Nacional de Bateristas.


"Ganhar o Batukinha! foi uma experiência ótima na minha vida, pois eu não tinha em mente ser o ganhador dessa edição, por vários motivos. O Batukinha! foi um grande incentivo para mim, pois conheci inúmeras pessoas que jamais imaginei que conheceria."

GABRIEL MARTINS


Gabriel Martins nasceu em Santos, no estado de São Paulo, em 1992.

Autodidata, aos quatro anos de idade se apaixonou pela bateria ao assistir apresentações da banda da igreja que frequentava. A partir daí, passou usar as panelas de casa como seu instrumento. Somente aos dez anos de idade ele ganhou sua primeira bateria.

Em 2003, Gabriel surpreendeu a todos os presentes no Batuka! Brasil ao se apresentar como finalista do Batukinha!, categoria do Concurso Nacional para bateristas de até 13 anos de idade. Com 11 anos na época, ele foi eleito vencedor por unanimidade, por um júri formado por grandes nomes nacionais e internacionais da bateria: Dom Famularo, Charles Gavin, Jim Chapin, Julio Figueiroa, Sam Aliano e Aquiles Priester.

Sobre Gabriel, Dom Famularo disse: “Eu já participei de eventos de bateria pelo mundo todo. O concurso Batuka!, no Brasil, foi o mais memorável de todos. Quando eu vi a performance do Gabriel, ouvi a Mãe Natureza falando através dos tambores. Gabriel tocou com muita naturalidade e com todo o coração. Todos os bateristas me impressionaram e não foi fácil escolher apenas um vencedor. Mas Gabriel foi especial, teve aquele algo mais.”

Desde então, Gabriel vem se dedicando ao estudo da arte da bateria, no IBVF, tendo Vera Figueiredo como sua mentora. Charles Gavin e Lara de Campos, também bateristas, colaboram com os estudos desse talento incontestável que, logo cedo, conquistou admiradores.

Gabriel quer viajar pelo mundo tocando com diversos artistas, desejo esse que se tornará realidade facilmente, pois se trata de um talento incontestável.