Igor Willcox foi vencedor da categoria Musicalidade do III Batuka! Masters – Concurso Nacional de Bateristas, em 1998. Em 2003, apresentou-se no festival com o Igor Willcox Trio. Também participa do segundo CD Batuka!, lançado em 2004, com a faixa “Um Belo Dia em Filmore East”, de Igor Willcox, Chico Willcox e Erik Escobar.


“Participar e ganhar o III Batuka! foi uma experiência incrível. Não entrei no concurso com o intuito de vencer e sim mostrar o meu trabalho, conhecer pessoas e fazer novas amizades. Todos os participantes são super bateras e ter ganhado foi um presente muito grande para mim. Graças ao Batuka! pude mostrar o meu potencial e ganhar reconhecimento como músico, tendo a oportunidade de tocar com inúmeros artistas e grandes nomes, da cena nacional e internacional, ao longo da minha carreira."

IGOR WILLCOX


Nascido em 1981, na capital de São Paulo, Igor Willcox descende de várias gerações de músicos, tendo como principais influências o seu pai, o maestro e arranjador Paulo César Willcox, e sua mãe, a cantora Sonia Rocha.

Estudou com Alexandre Faccas (Monga) e com o baterista suíço Jojo Mayer. Foi indicado pela revista Batera & Percussão (edição de março/2000) como baterista revelação e também foi colunista da mesma durante um ano.

Realizou vários workshops na Alemanha, com destaque para sua passagem pela Hochschule für Musik und Darstellende Kunst Frankfurt (Universidade de Música de Frankfurt), e pela Hochschule für Musik und Darstellende Kunst Hamburg (Universidade de Música de Hamburgo).

Acompanhou diversos nomes da música brasileira, entre eles Guilherme Arantes, Família Lima, Sandy & Junior, Sandy, Patrícia Marx, Lu Schievano, Fernanda Porto, Frejat, Aretha Marcos, Gary Brown, Kenny Brown, entre outros.

Na música instrumental, tocou com Bocato, Tony Lakatos (Hungria), Michel Leme, Marcinho Eiras, Ary Roland, Lea Freire, Arismar do Espírito Santo, Thiago do Espírito Santo, Tiago Costa, Michel Friendenson, Mané Silveira, Sandro Haick, Jarbas Barbosa, David Richards (EUA), Rogério Botter Maio, Zerró Santos, Wilson Teixeira, Djalma Lima, Walmir Gil, Luis Cubano, Pepe Cisneros (Cuba), Erik Escobar, Decebal Badila (Romênia), Pitty Wooley, Marcio Negri, Mauricio Caruso, Chiquinho Oliveira, Lanny Gordin, Alexandre Mihanovic e Chico Willcox, além de ter participado de várias Jam Sessions. Também tocou na Santa Maria, uma das mais conceituadas bandas de baile do Brasil, durante dois anos.

Atualmente, Igor ministra aulas de bateria e produção musical, gravações, workshops, realiza produções musicais de bandas e artistas em seu próprio estúdio, onde também fica sua gravadora, a WeW Records.

Desde 2006, dedica-se a produzir e tocar música eletrônica, acompanhando diversos DJs da cena nacional e internacional, além de ter os seus próprios projetos de música eletrônica, o e-COX Live, Jazz in Lounge e Dualtronik.

Suas conquistas o levaram a integrar o quadro de artistas patrocinados por empresas de bateria, baquetas, pratos e acessórios.